Notícias

28/12/2021 - Soja

A soja brasileira será competitiva com a dos EUA e da Argentina em 22/23?


Os custos de produção da soja brasileira estão assustando produtores de todo o país. A elevação de preços dos fertilizantes e do arrendamento puxam os preços para patamares jamais experimentados. Contudo, é no próximo ciclo (22/23) que o agricultor passará por uma verdadeira prova de fogo. Afinal, até mesmo a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) já avisou que esta será a temporada mais cara do século. Diante disso, será que podemos perder espaço para os nossos principais concorrentes?

Para o diretor da Pátria Agronegócios, Matheus Pereira, a resposta é não. “A realidade do produtor norte-americano é extremamente problemática e teve um fator de grande dificuldade em 2018, com o estopim da guerra comercial entre China e Estados Unidos, quando o setor que foi mais afetado, talvez, tenha sido o agrícola. Vale lembrar que em 2018 e 2019, houve uma redução de 15% a 20% nas exportações de grão de soja norte-americana para a China”, lembrou.

Neste sentido, de acordo com ele, o Brasil ganha em competitividade dos Estados Unidos por ter uma diplomacia mais afinada com o país asiático, mesmo diante dos últimos embates em torno da vacina contra a Covid-19. Pereira acredita que a alta dos custos de produção para a safra 22/23 podem ser ainda maiores para os norte-americanos do que para os produtores brasileiros.

Continue lendo AQUI

Por Victor Faverin
Fonte: Canal Rural 




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.