Notícias

29/10/2021 - Outros

Agronegócio cobra ações estratégicas


Quando há um acompanhamento contínuo e planejamento das atividades, que leve em conta a disponibilidade hídrica e suas oscilações sazonais, a perda do produtor rural com a escassez hídrica pode ser eliminada, ou pelo menos minimizada. Quando ocorre o contrário, aumentam os riscos de perdas do valor investido na produção.  O alerta é da gerente de Meio Ambiente da Federação da Agricultura de Minas Gerais (Faemg), Ana Paula Mello.

“O monitoramento e os alertas são importantes para o planejamento dos produtores, para que possam continuar o cultivo, mesmo com menor quantidade de água”, afirmou Ana Paula. Segundo a especialista, a redução da captação de água para uso na agricultura, de acordo com a disponibilidade hídrica, é feita dentro de parâmetros legais.

No início do mês, com a escassez hídrica, os órgãos ambientais determinaram a redução da captação de água em bacias hidrográficas mineiras. Segundo a especialista, a adoção dos parâmetros legais para equacionar o racionamento evita que algum produtor rural seja prejudicado nesse processo.

“Há situações legalmente determinadas de reduções de captações, em percentuais e áreas específicas. E há também, dentro de grupos organizados de produtores rurais, a decisão conjunta de redução para que não sejam todos prejudicados”, disse.

Continue lendo AQUI

Por Carlos Eduardo Cherem
Fonte: Diário do Comércio




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.