Notícias

08/12/2020 - Soja

AgRural diz que tempo quente e seco em parte da soja do Brasil gera apreensão


A virada de novembro para dezembro foi marcada pelo retorno “muito bem-vindo” das chuvas a boa parte do Sul do Brasil, mas em outras regiões do país o tempo seco e quente voltou a predominar, e apenas pancadas esparsas foram registradas, aumentando a apreensão dos produtores em diversos Estados, disse ontem (7/12) a consultoria AgRural.

“Mas há chuvas previstas para os próximos dias”, acrescentou.

A AgRural estima a produção de soja do Brasil na safra 2020/21 em 132,2 milhões de toneladas, com base em área de 38,3 milhões de hectares (+3,6% anuais) e linhas de tendência de produtividade, mantidas até novembro.

Mas os números serão revisados para clientes nesta semana, disse a consultoria.

Uma pesquisa da Reuters divulgada na última sexta-feira apontou uma produção menor de soja no Brasil na comparação com levantamento anterior. A média de 13 analistas indicou uma safra de 131,79 milhões de toneladas.

O plantio da safra 2020/21 de soja chegou na última quinta-feira a 90% da área estimada para o Brasil, contra 87% uma semana antes e 93% um ano atrás, segundo a AgRural.

Os trabalhos se concentram agora nos dois extremos do país, com ritmo acima da média no Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), ainda que com menos fôlego nas duas últimas semanas, devido à redução da umidade. A consultoria apontou atraso no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Por Roberto Samora
Fonte: Reuters - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.