Notícias

23/07/2021 - Pecuária

Alta nos grãos gera quebra de contratos e fila para engordar gado em boiteis


Nem mesmo a compra antecipada de grãos para garantir o fornecimento de insumos para alimentação do gado confinado durante o inverno tem sido suficiente para fazer frente ao cenário de escassez de milho e farelo de soja, após os estragos causados pelo clima na safra de inverno 2020/2021. Com os preços das commodities testando sucessivos recordes, muitos produtores de grãos têm optado por pagar a multa pelo não cumprimento desses contratos para aproveitar a valorização dos últimos meses.

“Isso tem acontecido e não é de hoje. Tem acontecido sempre. Só que, como ultimamente o preço só sobe, eles ficam permanentemente em cima do muro aguardando subir e fazendo a conta se é melhor pagar a multa ou entregar”, conta o presidente da Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon), Maurício Velloso.

Segundo ele, a situação tem ocorrido "com certa regularidade". “Infelizmente, é um problema de conduta ética muito mais do que de um problema de alta dos grãos. Então, existem algumas empresas que cumprem rigorosamente o contrato. O ideal é você buscar parceiros que sejam corretos, confiáveis, e que trabalhem dentro da legalidade. Isso é importante”, aconselha o presidente da Assocon.

O problema também tem sido observado pela equipe de analistas da Scot Consultoria durante a expedição “Confina Brasil”. Segundo Alcides Torres, diretor-fundador da Scot, em alguns casos, os agricultores estão cancelando a venda, pagando a multa e ofertando o mesmo produto pelo dobro do preço.

“Um efeito colateral da seca é que, a partir de agora, vamos ter contratos que realmente evitem que a pessoa fuja da obrigação, ou que custe muito caro fazer isso”, avalia Torres, ao apontar os efeitos da quebra da safrinha e da crise hídrica sobre o setor.

Mais informações AQUI

Por Cleyton Vilarino
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.