Notícias

11/01/2022 - Soja

Ampliação do calendário de plantio de soja em MT causa preocupação para Embrapa e indústria


A extensão do calendário de plantio de soja até o dia 3 de fevereiro em Mato Grosso, maior produtor brasileiro do grão, colocou especialistas, a indústria de pesticidas e a Embrapa contra uma decisão do Ministério da Agricultura.

A preocupação é que a extensão do calendário, com o objetivo de beneficiar produtores de sementes, possa elevar o risco de doenças na lavoura, como a ferrugem asiática, já a partir da próxima safra 2022/23, com chance de impacto à produtividade, segundo opositores da medida.

O tema está em discussão no Supremo Tribunal Federal (STF) por meio de uma ação protocolada pelo PSB, aguardando análise da Procuradoria-Geral da República (PGR).

A própria Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), ligada do Ministério da Agricultura, posicionou-se nesta semana, na ação no STF, contra a extensão do calendário de semeadura, ampliando os argumentos dos críticos da medida, aprovada em setembro do ano passado.

"Sim, é um problema para as safras futuras, mas já existe risco para a próxima safra, porque a soja de 2021/22 já estará por mais tempo no campo, permitindo mutações no fungo da ferrugem que não queremos", disse o presidente da consultoria Agroconsult, André Pessôa, à Reuters.

Continue lendo AQUI

Por Reuters
Fonte: G1 Agro




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.