Notícias

30/03/2021 - Milho

Área de milho deve crescer nos EUA


“Os dois principais pontos do relatório do USDA nesta semana serão os estoques de soja norte-americanos em 1º de março e a área plantada de milho, onde ambos os itens chamam a atenção do mercado em meio a incertezas de um relatório com previsões que poderiam trazer uma tendência de baixa”. A projeção é da Consultoria AgResource Brasil.

De acordo com os analistas, os estoques finais da oleaginosa poderiam vir maiores com base na quantidade de grãos em trânsito nos EUA: “O ritmo recorde de exportação dos EUA e a dificuldade em quantificar a soja norte-americana em trânsito para a China podem ter distorcido a estimativa dos estoques de dezembro. A questão é saber se parte dessa soja (que não era mais contada como disponível) seria incluída na estimativa de março”.

Além disso, acrescenta a AgResource Brasil, o mercado está aumentando levemente as projeções de plantio de milho com base em informações de produtores rurais que “estariam plantando áreas adicionais do cereal. Vale lembrar que em um ano de bom desenvolvimento, a produtividade do milho ultrapassa a da soja”.

A análise da AgResource é que as cotações da soja e milho em Chicago estão baseados em uma expectativa de um relatório mais baixista: “No entanto, não vemos o milho em Chicago abaixo de US$ 4,50 e a soja para novembro muito aquém de US$ 11,50 até que a tendência de produtividade da safra seja confirmada. Este é um relatório altamente imprevisível. Um estoque menor de soja nos EUA prejudica os processadores dos EUA e poderia causar um retorno às tendências de alta do óleo de soja”.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.