Notícias

11/08/2021 - Outros

Baixa umidade do solo no centro-sul afeta cultivos após geadas, diz Geosys Brasil


A umidade do solo em níveis historicamente baixos e a escassez de chuvas projetada para grande parte do centro-sul do Brasil em agosto trazem preocupação a produtores, especialmente de cana-de-açúcar e trigo, após as geadas de julho impactarem diversos cultivos, apontou a Geosys Brasil nesta terça-feira.

A umidade do solo no Paraná, maior produtor de trigo do Brasil, atingiu um índice de 29,96%, o menor valor ao menos desde 2017, ficando também abaixo da média histórica de dez anos, de 31,13%, segundo dados da empresa que trabalha com informações meteorológicas e imagens de satélite para uso na agricultura.

No Rio Grande do Sul, segundo produtor de trigo do país, a umidade do solo atingiu 36,89%, versus uma média de dez anos de 45,29%.

São Paulo, que também tem alguma produção de trigo, mas é líder nacional na produção de cana, colhendo mais da metade da safra brasileira, atingiu umidade do solo de apenas 19,82%, um índice ligeiramente acima dos 18,85% de 2020, mas inferior à média histórica de 23,72%,

“Depois da forte queda da temperatura e das geadas nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná e parte de São Paulo, nos últimos dias de julho, a seca deverá afetar mais intensamente diversas regiões de trigo e cana-de-açúcar nos três Estados”, antecipou à Reuters a Geosys.

Continue lendo AQUI

Por Roberto Samora/Reuters
Fonte: IstoÉDinheiro




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.