Notícias

17/09/2021 - Pecuária

Carne bovina: tendência é que produção em 2021 seja pouco menor do que a de 2020


A tendência para a produção de carne bovina este ano é de uma retração pouco expressiva em relação ao ano passado, avalia o Itaú BBA, em relatório publicado ontem (16/9). De acordo com o banco, a comercialização de carcaças mais pesadas deve compensar o menor volume de gado abatido no ano.

No segundo trimestre do ano, o mercado observou uma queda no número de cabeças de gado abatidas em relação a igual período do ano anterior, segundo dados de abates do IBGE, citados pelo banco. A principal observação é que a queda de 11,7% nos abates no segundo trimestre ante igual período do ano passado foi menor do que a observada no primeiro trimestre do ano, de 22,5%.

Outro fator destacado pelo Itaú BBA foi o aumento de 1,8% no peso médio das carcaças, o que fez com que a produção total de carne bovina no primeiro semestre de 2021 fosse apenas 4,4% menor na comparação anual, "amenizando o efeito do menor volume de gado abatido na produção de carne".

Em relação aos preços, o segundo trimestre do ano registrou uma maior estabilidade nos preços da arroba do boi gordo em São Paulo e um leve recuo na cotação média do bezerro, conforme analistas. "Com o bezerro se acomodando, é natural uma menor intensidade da retenção de fêmeas, embora o resultado da cria ainda seja bastante satisfatório", afirmou o banco.

Por Julliana Martins
Fonte: Broadcast Agro




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.