Notícias

09/06/2021 - Clima

Chuvas serão insuficientes para reverter crise hídrica em 2021, alertam meteorologistas


A falta de chuvas no Centro-Sul do Brasil deve agravar a crise hídrica já decretada pelo Sistema Nacional de Meteorologia (SNM) para o período entre junho e setembro na região da Bacia do Paraná.

Entre os meteorologistas ouvidos por Globo Rural, é consenso que, mesmo que chova, os volumes não serão suficientes para elevar os níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas, e consequentemente, causarão defasagem na demanda energética.

Outra previsão dos especialistas é de aumento de preços nas contas de energia, água e alimentos. No campo, o custo deve aumentar, e o maior impacto deve ser para a irrigação. Os produtores que sofrerem mais com a estiagem serão obrigados a ter de escolher qual parte da lavoura será irrigada.

Olivio Bahia, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta que os próximos meses serão de extrema atenção.

“O SNM emitiu o alerta de crise hídrica justamente por não haver chuvas previstas para mudar o quadro. É uma situação delicada, principalmente no Centro-Oeste e no Sudeste. No Sul, ainda devem passar frentes frias que ocasionarão chuvas que devem segurar um pouco a situação”, avalia.

Continue lendo AQUI

Por Marcos Fantin
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.