Notícias

03/09/2021 - Café

Clima, custos e câmbio ajudam a levar preço do café à maior alta em 27 anos


A seca e as geadas recentes provocaram uma quebra na safra de café. A situação atual se soma a outros fatores, como a elevação da taxa de câmbio, o aumento nos custos dos insumos, o volume da safra e a continuação da pandemia. A estimativa é de que o preço do café sofra aumento de 35% a 40% nas prateleiras dos mercados até o final do mês de setembro, projeta a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic).

Ao produtor, a cotação da saca de 60 quilos quase dobrou em um ano. de acordo com o indicador do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), em junho de 2020 a saca era negociada em torno de R$ 472 e, após 12 meses, chegou a R$ 871. Atualmente, ultrapassa R$ 1.100.

Continue lendo AQUI

Por Marcos Fantin
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.