Notícias

10/02/2021 - Soja

Com colheita muito atrasada, agro de MT teme problemas climáticos


A colheita da safra 2020/2021 de soja está bastante atrasada em Mato Grosso. De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apenas 11,2% da área foi colhida até o dia 5 de fevereiro. No mesmo período do ano passado, cerca de 44,5% das lavouras tinham sido colhidas.

Para piorar, a Somar Meteorologia alerta que o clima só deve continuar colaborando com os trabalhos de campo até esta quarta-feira, 10. Na quinta-feira, 11, a tendência é que a chuva aumente e impeça o avanço das colheitadeiras.

De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Fernando Cadore, não existem muitas áreas em ponto de colheita neste momento, então a notícia é bastante preocupante. “Asse atraso que pode refletir na segunda safra de milho e colocar em risco a safra já instalada”, diz.

Cadore conta que a comercialização antecipada da oleaginosa se acelerou nesta safra, porque o produtor rural não sabia até onde a alta de preços iria. “O produtor perdeu a referência, é como se tivessem colocado uma venda nele. Ele foi travando custos. E tem também a questão da armazenagem, que cobre cerca de 50% da produção. Então ele tem que fazer a venda para não correr o risco de não ter onde guardar o grão”, afirma.

O presidente da Aprosoja-MT também destaca a vitória do produtor rural após o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) autorizar o cultivo excepcional de soja fora do calendário oficial, com foco em pesquisas. “A colheita desse grão vem numa época de chuva, o que inviabilizava que produtores pequenos salvassem suas sementes. Tratamos politicamente e agora a ciência será tratada por cientistas”, diz.

Fonte: Canal Rural - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.