Notícias

03/05/2021 - Milho

Confira ações que o governo pode adotar para aumentar oferta de milho


A escassez do milho no Brasil era um cenário desenhado desde o ano passado pelo setor produtivo. A expectativa se confirmou, e apenas na safrinha, a quebra será de quase 10 milhões de toneladas, com a produção totalizando 70,788 milhões de toneladas, segundo dados da Safras & Mercado.

Na avaliação do comentarista do Canal Rural Bendito Rosa, a prioridade do governo neste momento é trabalhar para aumentar a oferta de milho no mercado interno. “As medidas são importantes para melhorar o abastecimento interno, uma vez que vamos conviver com preços mais altos até o fim do ano”, diz.

A curto prazo, Benedito Rosa diz que ações como a Rota do Milho, podem elevar a disponibilidade do grão. “Não entendo a demora do governo em viabilizar essa rota, para facilitar a entrada do milho paraguaio no país. O empecilho está em questões diplomáticas que o governo já teria que ter resolvido”.

Ainda segundo o comentarista, outra dificuldade do país está em agilizar a importação de variedades transgênicas vinda dos Estados Unidos que não são utilizadas no Brasil.

Para o cenário no longo prazo, Rosa diz que é preciso dar prioridade para a cadeia de milho, onde a perspectiva de demanda é favorável. “Nós temos projeções para a oferta de carnes, que vão captar a demanda de soja e milho no mundo. Isso indica não será uma decisão errada investir no milho, possibilitando, inclusive, que o Brasil cresça e venha a ocupar a segunda posição na produção mundial do cereal”, finaliza.

Fonte: Canal Rural - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.