Notícias

25/10/2021 - Outros

Contra alta de preços dos fertilizantes, produtor deve reduzir aplicação do insumo


A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso, (Aprosoja-MT) está recomendando aos agricultores que não tenham pressa para comprar fertilizantes e que busquem consultoria para reduzir o uso do insumo neste momento de alta de preços. “Não precisa ter pressa para pagar caro! Os preços de fertilizantes mais que dobraram no mercado. Essa é uma decisão pessoal de cada produtor, mas ele não pode pagar esse preço”, disse em nota o presidente da Aprosoja, Fernando Cadore.

“Use menos adubo. Utilize sua reserva de solo e otimize a viabilidade da safra. Procure a orientação do seu agrônomo, avalie os nutrientes que seu solo possui e se for possível plante sem adubar, utilizando apenas a reserva de solo”, acrescentou.

Segundo a entidade, além dos fertilizantes, o preço de muitos outros itens utilizados na lavoura subiu. "É o caso dos maquinários, combustível e matéria-prima. Por isso a recomendação é evitar comprar sem necessidade para poder diminuir os custos."

Cadore diz que “não é hora de comprar maquinários e fazer dívidas".

Fonte: Broadcast AGRO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.