Notícias

13/09/2021 - Soja

Custos sobem, mas margens devem seguir positivas


Além do La Niña, o produtor de soja também terá que lidar na nova safra com uma escalada nos custos de produção. Puxado pelos fertilizantes, que subiram, em média, 50%, o gasto com a lavoura apertou a margem dos agricultores. Ela tende a ser menor, mas ainda assim, os produtores caminham para ter o 16º ano consecutivo de lucro com a cultura.

O levantamento é da Datagro, que estima que os custos limitarão os ganhos dos produtores neste ciclo, a despeito dos bons preços internacionais das commodities agrícolas. Como exemplo, o coordenador de grãos da consultoria, Flávio França Junior, aponta aumentos de cerca de 50% dos custos no Rio Grande do Sul e em Mato Grosso, Estados que lideraram a produção nacional em 2020/21.

Apesar disso, os cálculos iniciais de França Junior - conservadores, segundo ele - apontam para lucratividade bruta ainda expressiva. No caso do Rio Grande do Sul, a margem média estimada é de 42% para 2022 (ano de colheita do grão); em 2021, ela foi de 70%. “Mas este ano foi muito fora da curva. Em 2020, por exemplo, o Estado teve rentabilidade de 29%, em função da quebra de safra”, diz.

Continue lendo AQUI

Por Rikardy Tooge
Fonte: Valor Econômico




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.