Notícias

21/12/2020 - Soja

Empresa desenvolve forma de evitar pragas nas plantações de soja


O agricultor José Carlos Mancini, de Cambé, no norte do Paraná, está sempre procurando inovações para diminuir o impacto de pragas na propriedade dele.

Ao invés de aplicar os defensivos agrícolas para o controle, ele decidiu apostar em uma maneira mais sustentável para lidar com os percevejos que atacam direto a vagem da soja.

“Se hoje a gente consegue alimentar esse mundo e ter essa soja, é porque por trás disso teve toda uma tecnologia envolvida”, afirma Mancini.

Uma startup de Londrina foi criada para levar essa solução aos agricultores. Eles utilizam câmaras como uma espécie de granja de percevejos. As pragas da soja são criadas para depois recolherem todos os ovos, que são separados.

“Nós produzimos aqui o percevejo marrom, coletamos os ovos e parasitamos em uma vespinha, que vai lá e coloca o ovo dela dentro do ovo do percevejo”, relata o fundador da Usina Biológica, Joan Fernandes.

Os ovos mais escuros são parasitados por uma vespa bem pequena: de cada ovo que fica escuro com a ação da vespa não nasce mais percevejo. Nasce outra vespa para fazer o mesmo no campo.

A startup conta com a parceria de uma empresa que produz as câmaras e acaba de vencer um edital de inovação da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial. Com isso, eles vão receber 300 mil reais para colocar em prática o projeto de automatizar sistemas.

Fonte: G1 Paraná - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.