Notícias

16/12/2021 - Pecuária

Exportações de carne bovina para a China enfrentarão crise logística, mas preço no mercado interno deve subir


A liberação das exportações de carne bovina brasileira para a China após mais de 100 dias de suspensão exigirá um intenso trabalho logístico da indústria frigorífica e do Ministério da Agricultura (Mapa) para escoar os estoques mantidos desde setembro. O processo, que envolve a certificação e o embarque em contêineres refrigerados, pode levar de 20 a 40 dias, a depender do volume.

“A partir de agora, os frigoríficos estão trabalhando para dar vazão àquela carne que estava estocada e já tinha sido abatido nos padrões de importação da China. Então, primeiro o frigorifico vai dar vazão para esse produto que estava parado para depois pensar em produzir mais carne destinada ao mercado chinês”, explica o analista da Safras & Mercado, Fernando Iglesias.

Continue lendo AQUI

Por Cleyton Vilarino
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.