Notícias

14/10/2020 - Milho

Lavouras de milho devem dar lugar à soja no RS


Pesquisas realizadas pelos analistas da TF Agroeconômica no estado do Rio Grande do Sul revelam a possibilidade de redução de área do milho, nesta safra de verão que está sendo plantada, em função dos problemas de clima e do aumento da área de soja pelos bons preços atuais. “A se confirmar esta previsão, existe a possibilidade de os preços continuarem elevados no estado”, indica. 

“O mercado futuro registra interesses a R$ 65,80 para março de 2021, na Serra. Negócios na maioria das praças os preços subiram mais um real/saca para R$ 68,00/saca para outubro, que também é o preço médio do milho comprado no Mato Grosso”, comenta. 

No encerramento da semana passada, Santa Catarina registrou três cidades que pagam R$ 70,50 e outra R$ 70,00/saca, mas o paraguaio chegaria a R$ 58,00. “Os preços médios do milho continuam se mantendo em R$ 70,50 nas praças de Concórdia e Joaçaba e Mafra. No Alto Vale do Itajaí os mantiveram a alta do dia anterior a R$ 70,00/saca, mantiveram-se inalterados em R$ 68,00 em Campos Novos”, completa. 

No Paraná, os preços mantiveram-se em R$ 65,00 e subiram dois reais para R$ 68,00/saca para fevereiro. “Já no mercado de lotes, os compradores estão elevando os preços na tentativa de estimulas as vendas dos agricultores. Nos Campos Gerais, região de Ponta Grossa, mercado de lotes spot mantiveram a alta do dia anterior a R$ 65,00 posto fábricas, no mercado spot e R$ 62,00 para entrega em outubro e pagamento em novembro”, conclui. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.