Notícias

23/11/2020 - Soja

Lucro da soja deve bater os 68% ano que vem


Os preços da soja deverão se manter elevados e muito lucrativos, mas tem pouca chance de subir muito mais do que os patamares atuais, aponta a TF Agroeconômica. “Os preços da soja para 2021 atingiram níveis excelentes e muito lucrativos para o produtor, algo como 67,91% depois de pagas todas as despesas”, aponta a equipe de analistas.

Para os especialistas, no entanto, por enquanto não há projeções de fatores que levem os preços a subir mais: “Embora haja fatores altistas (que manterão os preços elevados), eles parecem não ter força suficiente para elevá-los ainda mais, mas também não os deixarão cair”.

“Dos três fatores principais que compõe o preço da soja: Chicago, Prêmios e Dólar, acreditamos que Chicago chegou num nível em que as altas serão menores e mais cautelosas, os prêmios tinham subido mais em outubro e recuaram em novembro, embora ainda estejam o dobro do que estavam em agosto e o dólar tem todas as características de que irá voltar para níveis abaixo de R$ 5,00, como afirmam todos os especialistas do mercado de câmbio, sendo este o principal fator responsável pela falta de mais elevação do preço da soja em 2021”, explica a TF.

Na avaliação dos analistas de mercado, portanto, a safra brasileira de soja de 2020/21 será muito mais lucrativa que a safra anterior, mesmo que seus preços não subam mais, porque os agricultores brasileiros venderam uma quantidade maior do produto a preços maiores. Até o momento, já foram negociados aproximadamente 53% da safra ao preço médio de R$ 130,00/saca, o que garante uma lucratividade ao redor de 67,91%.Na safra anterior, os agricultores venderam mais de 60% da safra a preços inferiores a R$ 100,00/saca.

“Mesmo que os preços não subam (muito) mais, o sojicultor brasileiro poderá vender o restante da safra a preços muito lucrativos, uma vez que, como mostramos acima, a tendência do mercado é manter-se em níveis elevados, mesmo que as altas não sejam percentualmente tão grandes como as de 2020”, conclui a TF.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.