Notícias

14/12/2021 - Café

Mercado avalia cafezais no Brasil enquanto preços atingem máxima em 10 anos


Especialistas em café que trabalham para tradings de commodities estão seguindo pelas estradas estreitas e sinuosas no Estado de Minas Gerais, em expedições técnicas pelo maior produtor do país, verificando as perspectivas da safra de 2022, enquanto os preços estão próximos dos níveis mais altos em 10 anos.

Este tem sido um ano difícil para a cafeicultura brasileira, maior produtor mundial. Os preços dispararam após uma seca e, posteriormente, geadas arruinaram até 20% dos cafeeiros, afetando a produção futura. Até agora, aqueles que acompanham as lavouras apontam estimativas variadas para a safra de 2022, embora os comerciantes por enquanto ainda apostem em uma colheita menos produtiva.

As pessoas que caminham pelos campos descobrirão a verdade sobre o tamanho da safra entre agora e o final de janeiro, o momento ideal para a avaliação dos cafezais.

"As chuvas que se seguiram às geadas e à seca produziram uma bela floração, mas agora temos que ver quantas delas vão se transformar em cerejas", disse Ryan Delany, analista-chefe da Coffee Trading Academy LLC, dos Estados Unidos.

Os contratos futuros do café arábica no ICE subiram mais de 90% este ano após a seca, geadas e, em seguida, uma escassez global de contêineres que prejudicou o transporte. A alta de preços levou produtores no Brasil, na Colômbia e em outros lugares a não honrar as entregas de café pré-vendido.

Continue lendo AQUI

Por Reuters
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.