Notícias

13/07/2021 - Milho

Milho contraria mercado físico e cai na B3


De acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica, os preços do milho recuaram na B3, na contramão da alta vista no mercado físico. “Em um movimento contrário, os mercados físicos do interior do país valorizaram o milho no dia de hoje, em que haviam compradores até R$ 3,00 por saca acima de sexta-feira (09/07), mas, o mercado futuro de São Paulo não acompanhou estes movimentos e fechou em queda nesta segunda-feira", comenta. 

“Segundo apontam muitos traders, a principal razão que levou a isto foi a baixa do dólar, o que impede – em teoria – que  o  milho  brasileiro  se  valorize,  já  que  aumenta  a possibilidade de importação do cereal. Como  mostramos  acima,  a  importação  chegaria  ao interior de Santa Catarina a preços competitivos e em abundância,  resolvendo  o  problema  da  escassez  de milho no estado. Assim, as principais cotações fecharam o dia conforme se segue: julho a R$ 95,49 (+0,24%); setembro a R$ 96,13 (-1,30%); novembro a R$ 97,09 (-1,33), janeiro a R$ 97,91 (-1,30%) e março a R$ 98,20 (-0,55%)”, completa a consultoria. 

Mais informações AQUI

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.