Notícias

12/03/2021 - Milho

Milho pode cair com revisão da Conab?


A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) divulgou suas projeções mensais aumentando em 2,5 milhões de toneladas (MT) a produção e em 1,82 MT os estoques finais da temporada de milho brasileira. “O otimismo da Conab com a produção brasileira de milho da safra 2020/21 a fez elevar em 1,5 milhões de toneladas o seu dado de produção em relação à sua própria estimativa de fevereiro”, aponta a Consultoria TF Agroeconômica.

“Com isso, somente o suprimento aumentou, enquanto o uso (consumo interno mais exportação) permaneceu inalterado. O resultado final foi que o aumento da produção foi diretamente transferido para os estoques finais, que aumentaram 1,82 milhão de toneladas. A se confirmarem estes números, a tendência de alta dos preços poderá ser refreada, embora os preços se mantenham ainda elevados e lucrativos, porque estes estoques finais são 10,89% mais altos do que os da última safra e 5,26% mais altos que a média das últimas 6 safras”, alertam os analistas.

FUTUROS B3
O mercado de milho na B3 de São Paulo fechou misto ontem (11/3), em alta para os meses pré-safrinha. “Exatamente em consonância com o que vimos afirmando desde agosto passado, que os preços se manteriam altos até esta época. Passado o período de correção dos preços, o mercado voltou a se elevar, mostrando o (pequeno) potencial de alta ainda existente”, diz a TF. 

“Este potencial sofreu hoje duro golpe com os números dos estoques finais previstos pela Conab para o final do exercício. Por isso, aconselhamos os agricultores a aproveitarem a ainda significativa margem de contribuição dos agricultores está por volta de R$ 34,72 sobre um preço de R$ 76,50, isto é, 83,10% de lucratividade”, concluem os analistas de mercado.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.