Notícias

25/06/2021 - Outros

Ministra da Agricultura vê "boom" de preços de commodities pelo menos até 2022


Os preços das commodities agrícolas deverão seguir em patamares historicamente elevados por mais um tempo, com esse "boom" prosseguindo até pelo menos 2022, diante da forte demanda global por produtos brasileiros, disse ontem (24/6) a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

"Este ano e o próximo ano eu vejo que este "boom" das commodities continuará acontecendo, pela demanda mundial que a gente tem visto pelos produtos brasileiros --e não só brasileiros, mas a própria safra americana, que tem sido vendida muito rapidamente", disse ela, em entrevista de manhã à CNN Brasil, na qual também comentou sobre a saída de Ricardo Salles do Ministério de Meio Ambiente.

Ela ressaltou ainda que produtores têm aproveitado os patamares de preços e fixado vendas da próxima safra, o que também colabora com o cenário. Os negócios de soja para 2021/22 atingiram, até o início do mês, 17,4% do potencial da colheita, conforme a consultoria privada Datagro.

"Então eu acredito que esse "boom" continue pelo menos por este ano e o outro." Ela lembrou que a inflação dos alimentos aconteceu não só no Brasil, mas no mundo todo por um desequilíbrio entre a oferta e a demanda.

"O arroz, por exemplo, foi um caso emblemático... Não teve nada a ver com a pandemia, a princípio. Houve um período de falta de incentivo à produção de arroz, o arroz ficou muito barato no Brasil, nós tivemos um decréscimo de oferta. Aí, na pandemia, houve uma mudança de hábito, se consumiu mais arroz, e o preço subiu."

Mais informações AQUI

Por Reuters
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.