Notícias

06/09/2021 - Milho

Não colheu milho suficiente para entregar? Saiba o que fazer


O agricultor brasileiro está por demais amarrado ao mercado físico e não enxerga a solução que está bem à sua mão, afirma a Consultoria TF Agroeconômica. Para os especialistas, a saída para esse problema é o “mercado de Bolsa, ou mercado de futuros, usado por 100% dos agricultores americanos e 75% dos agricultores argentinos, que tem muitas vantagens”. 

“Entre as principais delas é que você não fica obrigado a entregar a mercadoria e a segunda é que você pode adaptar o seu preço de venda em caso de o mercado subir, coisa que você não pode fazer quando vende no físico. O mercado futuro é uma espécie de seguro do preço. Quando o nível chega num ponto que cobre 100% dos seus custos de produção, mais 100% das suas necessidades pessoais e da fazenda no ano, você trava o preço na Bolsa e garante o retorno de todo o seu investimento”, explica a equipe de analistas.

Além disso, destacam, ao fixar o preço na Bolsa você garante o preço, mas não precisa entregar a mercadoria, porque é um mercado de contratos (papel) e não de entrega: “Se tiver quebra de safra, recompra o contrato e liquida a posição, sem precisar entregar nada”.

Continue lendo AQUI

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.