Notícias

26/07/2021 - Soja

Novo capítulo de tensões EUA-China deixa em alerta possíveis reflexos na soja


Aos movimentos mais comedidos de importações de soja pela China, devido à redução das margens com o farelo para ração, os traders deverão adicionar ao radar das atenções o novo capítulo na disputa geopolítica com os Estados Unidos.

Pequim respondeu às sanções dos EUA retaliando com sanções ao ex-secretário do Comércio Wilbur Ross, entre outras ex-autoridades, além de anunciar, sem especificar em detalhes, “contrasanções recíprocas” à Comissão Executiva do Congresso sobre a China e à Comissão de Revisão de Economia e Segurança EUA-China.

A depender de novas reações do governo Joe Biden, essa escalada de tensões pode chegar às importações da soja americana, principalmente, e se refletir nas cotações. Sempre que a demanda chinesa fica mais tímida, os preços recuam em Chicago.

No momento, a China ensaia uma redução nas compras de soja mundial, que vários analistas calculam que serão menores entre 2 a 5 milhões de toneladas em 2021, para alguma coisa como 100 milhões/t.

Mais informações AQUI

Por Giovanni Lorenzon
Fonte: MoneyTimes




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.