Notícias

03/01/2022 - Soja

O que esperar do mercado de soja em 2022?


O mercado da soja inicia o ano de 2022 com todas as atenções voltadas para os problemas climáticos que atingem a nova safra da América do Sul. Após um plantio em ritmo recorde no Brasil e primeiros meses positivos para o desenvolvimento das lavouras em todo o país, o mês de dezembro de 2021 começou a trazer problemas importantes para parte das lavouras brasileiras. A incidência do fenômeno La Niña traz pouca umidade para a Região Sul e excesso de umidade para a faixa central e metade norte do país, confirmando seus efeitos clássicos.

Conforme o analista de Safras & Mercado, Luiz Fernando Gutierrez Roque, além disso, parte das lavouras do Paraguai também sofrem com a baixa umidade, enquanto na Argentina o início do desenvolvimento foi favorável, mas as previsões são preocupantes. “Os mapas climáticos apontam para pouca umidade em toda a Região Sul, no Brasil, e para as principais províncias produtoras da Argentina em todo o primeiro trimestre de 2022. Tais condições colocam em xeque a produção de dois dos três maiores estados produtores do país (Paraná e Rio Grande do Sul) e do segundo maior país produtor sul-americano (Argentina)”, alerta.

Somado a isso, os mapas que apontam para excesso de umidade na faixa central e metade norte do Brasil também preocupam com relação à evolução dos trabalhos de colheita, que devem começar nos primeiros dias de 2022.

Continue lendo AQUI

Fonte: Canal Rural 




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.