Notícias

25/10/2021 - Pecuária

Parte da carne do Brasil enviada à China segue parada em portos após 7 semanas de suspensão do comércio


As exportações de carne bovina do Brasil para a China estão paralisadas desde o dia 4 de setembro, após dois casos atípicos de vaca louca terem sido notificados em Minas Gerais e Mato Grosso.

A suspensão atendeu a um protocolo sanitário entre os dois países e a decisão de retomada depende da China, que ainda mantém o veto.

Oficialmente, o Brasil deixou de vender carne bovina para o país asiático no dia 4 de setembro. Apesar disso, frigoríficos nacionais chegaram a embarcar o produto para o país depois desta data.

Estima-se que o Brasil tenha enviado cerca de 112 mil toneladas de carne para a China, que, ou estão a caminho, ou já chegaram no país, mas que estão paradas nos portos chineses, à espera de liberação.

"Esses primeiros lotes que chegaram lá eles [os exportadores] receberam até o restante do pagamento. Então o importador quer receber a mercadoria. Os estoques chineses estão baixos, a gente sabe que já falta mercadoria nos distribuidores", diz Lygia Pimentel, economista da Agrifatto.

"A alfândega não autorizou o despacho e recomendou que se retire essas cargas dos portos e que elas sejam realocadas ou retornem para o Brasil", acrescenta.

Mais informações AQUI

Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.