Notícias

27/04/2021 - Pecuária

Pecuarista antecipa confinamento de animais diante da alta nos custos


O frio e o período de seca já sinalizam a chegada dos primeiros lotes de gado para confinamento, estratégia que tem se mostrado lucrativa nos últimos anos. Mesmo com os preços elevados do milho, principal insumo utilizado na ração dos animais, a atividade pode compensar diante da alta na cotação do boi.

Em relação à alta no preço das commodities e da arroba do boi, o sócio da Radar Investimentos, Douglas Coelho, afirma que é a pior relação de troca em 12 meses. “A gente vê não só o boi, mas o milho, trigo e café num patamar relativamente alto. Hoje temos a pior relação de troca dos últimos meses”, diz.

Por conta da alta nos preços dos insumos, o pecuarista antecipou o confinamento do gado. “Quando a gente vê o cenário como um todo, a questão da seca e das commodities anteciparam o confinamento. Os animais de pasto foram concentrados em grandes confinadores e é possível, sim, dizer que houve uma concentração”, adiciona.

E com a possibilidade de quebra na safrinha do milho, a relação de custo pode ficar ainda pior. “O mercado está todo voltado aos riscos climáticos, não só o Brasil, mas os Estados Unidos também, e isso reflete na Bolsa de Chicago, que segue registrando novas altas a cada dia. O mercado terá mais dias de estresse até ter a sensibilidade do tamanho da safrinha do Brasil”, completa.

Fonte: Canal Rural - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.