Notícias

25/11/2021 - Pecuária

Pesquisador da Embrapa apresenta medidas para reduzir emissão de metano na pecuária


Durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26), o Brasil e mais de 100 países firmaram um compromisso global para a redução de 30% das emissões de metano até 2030.

No entanto, ainda não há uma meta individual para cada país.

De acordo com o Quarto Inventário Nacional de emissões e remoções de gases de efeito estufa, relatório do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, que a Embrapa ajudou a elaborar, 76% das emissões do gás vem da pecuária.

Dessa maneira, a mitigação passa a fazer parte da rotina de todos os pecuaristas. 

Segundo Alexandre Berndt, chefe-geral da Embrapa Pecuária Sudeste, existem algumas estratégias que podem ser adotadas para reduzir as emissões de metano na pecuária.

“É um compromisso bastante desafiador, o metano é um gás importante para o Brasil. É o segundo mais emitido. Em primeiro está o gás carbônico, com aproximadamente 60% das emissões; em segundo está o metano, com 27%; e em terceiro o óxido nitroso, com 12,5%. Portanto, reduzir 30% da emissão de metano é um desafio grande, é preciso trabalhar com várias tecnologias sustentáveis para cumprir o pacto”, diz.

Continue lendo AQUI

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.