Notícias

09/11/2021 - Soja

Plantio de soja em fevereiro minimiza ferrugem asiática, diz pesquisa


Durante três anos de pesquisa, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) acompanhou o trabalho desenvolvido pela Fundação Rio Verde e seus pesquisadores em 96 lavouras, sendo 56 semeadas em dezembro e 40 em fevereiro.

Foram observados que os plantios mais tardios, realizados em fevereiro, tiveram menos problemas com ferrugem asiática, consequentemente menor número de aplicação de fungicidas e menor severidade da doença, acarretando, consequentemente, uma melhor qualidade da semente.

De acordo com o pesquisador especializado em fitopatologia, Laercio Zambolim, os produtores que participaram do trabalho de pesquisa garantem que as sementes produzidas no plantio de fevereiro têm qualidade muito superior do que aquelas de dezembro. Outra razão da preferência pelo semeio de fevereiro diz respeito ao menor gasto com fungicidas para o controle da ferrugem asiática da soja.

Já o coordenador da pesquisa, o professor Erlei Melo Reis, reforça que o vazio sanitário continuará sendo respeitado mesmo com a ampliação do plantio da soja em fevereiro.

“Essa proposta de plantio em fevereiro não mexe no vazio sanitário, mas eu quero reforçar que com ou sem lei, o clima não permite o desenvolvimento de plantas neste período sem a irrigação”, expõe o especialista.

Continue lendo AQUI

Fonte: Canal Rural 




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.