Notícias

24/08/2021 - Soja

Plantio está chegando! Saiba reconhecer semente pirata


Nessa época do ano, com o término do vazio sanitário cada vez mais próximo, você, produtor, provavelmente já está bem preparado para a próxima safra de soja. No entanto, o sucesso da lavoura depende de um fator fundamental: a qualidade da semente. Mesmo sabendo disso, muitos apostam na pirataria, podendo, com isso, sofrer prejuízos tanto pela produção muito aquém do esperado quanto em decorrência das multas a serem pagas. Sim, multas!

Mas, primeiramente, o que determina uma semente de qualidade? De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), isso depende da soma de atributos físicos, genéticos, fisiológicos e sanitários.

O primeiro quesito determina se ela é pura, livre de material inerte e de contaminantes. O segundo fator diz respeito às que são geneticamente puras e livres de misturas com gérmens de outros cultivares. Já o padrão fisiológico diz respeito às sementes com alto vigor e germinação. Por fim, os atributos sanitários envolvem as que são livres de propágulos de plantas daninhas e de patógenos.

COMO IDENTIFICAR?
A Embrapa alerta que existem seis grandes sinais de que a semente que você está adquirindo é pirata:

1) Identificação: as seguintes informações devem estar descritas nas embalagens de sementes: CNPJ, razão social, certificação do produtor e também o número de inscrição no Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem), a validade dos testes de qualidade das sementes, o número do lote, os valores de germinação ou viabilidade e a pureza do lote.

2) Embalagens violadas: a embalagem da semente está violada ou aberta? Desconfie. Verifique se contém exatamente o produto que você está adquirindo. Embalagens reutilizadas também são uma característica comum na comercialização de sementes piratas.

3) Nota Fiscal: é direito do produtor ter nota fiscal ao comprar as sementes (assim como qualquer bem de consumo), pois ela garante que ele não está sendo enganado.

4) Mistura de cultivares e impurezas: observe se não há mistura de cultivares pela coloração das sementes e de seus hilos. Sementes de uma mesma cultivar costumam possuir uma mesma tendência de coloração. As sementes piratas podem vir misturadas com materiais inertes, sementes de plantas daninhas, torrões, pedras e outras partículas de solo.

5) Vizinhos/Amigos: não compre sementes de vizinhos ou amigos, que produziram as sementes para seu próprio uso. Procure sempre uma revenda de confiança e, se necessário, tire dúvidas com um engenheiro agrônomo. Ele é o profissional mais indicado para te orientar.

6) Valor de compra: esse é o mesmo princípio da gasolina. Se está muito barata em relação ao valor de mercado, é sinal de adulteração.

Mais informações AQUI

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.