Notícias

14/07/2021 - Soja

Preços da soja devem se manter firmes, diz Consultoria


No acumulado de junho até o início de julho as cotações de soja caíram fortemente na bolsa de Chicago. O contrato de 1º vencimento, por exemplo, fechou a 4ªfeira (7/7/21) negociado a USD 13,86/bu, queda de 10,5% no período. Para maio/22, contrato referência para parte da próxima safra no Brasil, o recuo foi menos proeminente, de 4,5%, com a oleaginosa cotada a USD 13,07/bu no mesmo dia.

O primeiro fator por trás dessas quedas dos preços na CBOT está relacionado à expectativa de redução dos estímulos monetários à economia americana, o que acabou aumentando à aversão ao risco dos mercados e também abrindo espaço para o fortalecimento do dólar contra uma cesta de moedas pressionando as commodities agrícolas. Ao longo do mês de junho, os fundos de hedge reduziram a posição comprada líquida no mercado de soja em 45%. 

Além disso, do lado fundamental, os rumores quanto à possibilidade da redução da mistura de biodiesel no diesel nos Estados Unidos atrelado às perspectivas de melhora climática nas regiões em que a umidade do solo encontra-se em patamares preocupantes, caso da parte mais ao noroeste do cinturão de produção norte-americano. No Brasil, as reduções em Chicago aliadas à apreciação do Real e a queda dos prêmios de exportação – influenciada pela menor demanda por esmagamento diante da redução da mistura do biodiesel – ajudam a explicar as perdas de valor do grão nas praças de comercialização local. Em Balsas - MA, por exemplo, a saca de soja fechou a 4ªfeira, 7/7/21, cotada a R$142,redução de 12% frente ao início de junho.

Ainda que esperemos que os preços seguirão bastante voláteis em Chicago nos próximos meses diante da influência dos mapas climáticos sobre as perspectivas de tamanho de safra nos Estados Unidos, nosso cenário ainda sugere espaço limitado para quedas adicionais abruptas das cotações. Isso porque, mesmo em um cenário de boas condições para o desenvolvimento da safra americana, o balanço local seguirá bastante desconfortável com os estoques de passagem ainda em níveis muito baixos.

Mais informações AQUI

Por Aline Merladete
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.