Notícias

08/07/2021 - Pecuária

Recuperação de pastagens degradadas poderia aumentar em 9,7% rebanho bovino brasileiro


A recuperação de pastagens degradadas com técnicas já existentes poderia aumentar em 9,7% o rebanho bovino brasileiro, mostra um estudo de pesquisadores brasileiros publicado nesta quarta-feira (7), na revista científica Royal Society Open Science.

Essa alta representaria 17,7 milhões cabeças de gado a mais no país, 1,5 vezes o tamanho do rebanho do Uruguai. O efetivo nacional é de 214,7 milhões de cabeças, segundo últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O estudo considerou os 12 milhões de hectares de pastagens degradadas reconhecidas pelo Censo Agropecuário nacional, onde os próprios pecuaristas fazem a declaração, explica Rafael Barbieri, economista sênior do World Resource Institute (WRI) Brasil, um dos autores do estudo, ao lado de José Gustavo Feres, do Ipea.

Porém, ele afirma que esse número é bem maior, entre 80 milhões e 100 milhões hectares, de acordo com o Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (Lapig) da Universidade Federal de Goiás (UFG). O potencial de recuperação, portanto, pode ser bem maior também.

Outra estimativa
Os autores fizeram também um outro cálculo considerando o cumprimento das regras do Código Florestal. Nesse cenário, as pastagens nativas usadas na pecuária seriam destinadas à regeneração natural, para cobrir o déficit de Áreas de Preservação Permanente (APP) e de Reservas Legais.

Se, ainda assim, o déficit não fosse zerado, as pastagens degradadas poderiam ser usadas. "E sobraria ainda uma boa área de pastagem para recuperar, que seria, então, destinada à produção agropecuária", diz Barbieri.

Nesse caso, o rebanho bovino cresceria em 9 milhões de cabeças (ou 4,9% do rebanho atual) e ainda garantiria 12,7 milhões de hectares para restauração, mais do que suficiente para cobrir as metas brasileiras de restauração assumidas no Acordo de Paris.

Mais informações AQUI

Por Paula Salati
Fonte: G1 AGRO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.