Notícias

19/03/2021 - Soja

RS registra maior número de casos de ferrugem asiática em 10 anos


O Brasil já registra 347 casos de ferrugem asiática na soja nesta safra 2020/2021. Além de ter superado com sobras o total apurado em 2020, os números atuais trazem mais curiosidades ruins. Uma delas é que o Rio Grande do Sul já tem mais casos registrados atualmente, do que nos últimos 10 anos. O estado é o que mais confirmou casos da doença em 2020/2021 no país. Os dados são do Consórcio Antiferrugem.

O clima pode não estar colaborando com a safra de soja em 2020/2021, mas está ajudando a proliferar a pior doença da cultura. Desde a safra 2017/2018, a quantidade de casos de ferrugem vinha caindo no Brasil, tanto que chegou em 2019/2020 com a menor quantidade de registros de toda a história (213 casos).

Entretanto, em 2020/2021 a doença voltou a trazer dor de cabeça. A prova veio no dia 17 de fevereiro de 2021, quando a quantidade de casos registrados do Brasil (222 registros) já superava toda a safra 2019/2020. Se o ritmo continuar assim, na metade de abril o país já terá superado a safra 2018/2019, também (401 ocorrências).

Líder na ferrugem
O Rio Grande do Sul tem sido o destaque negativo em relação à doença no país. Até o momento, o estado já registra 135 casos da doença, lidera o ranking de estados à frente do Paraná (100 casos) e, de quebra, ainda supera a quantidade de ocorrências dos últimos 10 anos. Ou seja, os gaúchos só tiveram menos casos que agora, na safra 2010/2011 quando acumularam 180 registros de ferrugem.

Já entre os municípios, são os baianos que lideram o ranking, com 10 casos em Barreiras e 10 casos em São Desiderio. Na sequência, aparece Guarapuava com 9 casos da doença na soja. E, por fim, com 8 casos aparece Muitos Capões (RS).

Destaque positivo
O Maranhão é o estado com o menor números de registros de ferrugem nesta safra de soja, com apenas 1 caso registrado em Balsas, lá no começo de fevereiro. Uma curiosidade é que os maranhenses não tinham casos da doença desde a safra 2017/2018. Minas Gerais e Mato Grosso dividem a segunda colocação com 4 casos cada um. E, para fechar, vem São Paulo com 8 casos da doença.

Por Daniel Popov
Fonte: Canal Rural - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.