Notícias

29/10/2020 - Soja

Safra nova do Brasil entra no radar da China


A China voltou a colocar a safra nova do Brasil no seu radar, de acordo com o que informou a TF Agroeconômica. A demanda chinesa com base da CFR China para safra nova brasileira de soja se recuperou nesta quarta-feira (28/10) com interesses de compra reportada para embarques entre março e julho do próximo ano. 

“As ofertas para envio de março foram dadas em 170 c/bu sobre os futuros de março e as de abril foram atreladas a um inverso de 10 c/bu. Os embarques de maio a julho do próximo ano foram licitadas com maio em 164 c/bu sobre os futuros de maio e embarques de junho e julho avaliados de 2-5 c/bu acima de maio. As ofertas de soja brasileira foram indicadas em 6-10 c/bu acima dos lances. Para a soja dos EUA, a verificação de preços no mercado da CFR China continuou para embarques entre novembro e janeiro, mas nenhum interesse firme de compra foi ouvido por meio da imprensa”, comenta. 

Na origem, os prêmios para a safra nova brasileira em uma base FOB foram estáveis no dia, à medida que os futuros mais baixos compensavam os benefícios do real mais fraco para os agricultores brasileiros. “O embarque de dezembro em Santos manteve-se em 305 c/bu em relação ao futuro de janeiro, mas o preço fixo caiu US $ 7/t no dia na venda de futuros. Os embarques de fevereiro reduziram 1 c/bu no dia para 140 c/bu em relação ao futuro de março, o que equivale a US$ 435,75/t, também abaixo de US$ 7/mt no dia”, completa. 

“Nos EUA, os prêmios FOB para o Golfo dos EUA e para a PNW foram ajustados de 5-6 c/bu ao longo da curva com o embarque de dezembro para fora do Golfo avaliado em 165 c/bu em relação aos futuros de janeiro e o mesmo embarque na costa oeste a 2 c/bu sobre os futuros de janeiro”, conclui. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.