Notícias

26/11/2021 - Algodão

Setor de algodão brasileiro vê possível abertura de mercado com manifestação de interesse do Irã


Em uma agenda de negócios que reuniu a Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa), a Associação Nacional de Exportadores de Algodão (Anea), a Embaixada do Brasil em Teerã e empresas têxteis iranianas, o Irã formalizou interesse na indústria têxtil brasileira. A informação foi divulgada pela Abrapa, que vê a possibilidade abertura de mercado e potencial parceria com um país que, atualmente, não está entre os destinos da pluma nacional.

De acordo com o comunicado da Abrapa, o mercado têxtil iraniano está em expansão. A estimativa é de que as importações de algodão estejam, atualmente, em 120 mil toneladas por ano, o que coloca o país entre os dez maiores compradores do mundo. O Brasil é o quarto maior produtor mundial, atrás da Índia, China e Estados Unidos, e, neste ano, tornou-se o segundo maior exportador do mundo.

Atualmente, as exportações brasileiras para o Irã se baseiam principalmente em soja em grão, farelo de soja e milho, destaca a Abrapa. O comércio movimenta mais de US$ 1,05 bilhão por ano. “No Brasil, quem produz algodão também cultiva soja e milho, porque fazemos uma sucessão de culturas ao longo do ano. O agricultor que está exportando grãos para o Irã também pode embarcar a pluma. Essa sinergia pode ser ainda maior se inserirmos a ureia nos negócios”, observou o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato. 

Continue lendo AQUI

Fonte: Globo Rural 




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.