Notícias

14/04/2021 - Soja

Soja "se anima" e mercado melhora consideravelmente


As coisas melhoraram bastante no mercado de soja mais ao sul do país, principalmente no Rio Grande do Sul, com os preços subindo muito com a alta do dólar e de Chicago, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Os olhos dos vendedores se abriram, porto foi o que mais valorizou com a soja para entrega e pagamento em abril saindo por R$177,00. 

“Quanto às indicações futuras, o porto ficou com julho a R$175,00 e as indústrias indicaram R$169,00, cerca de R$1,00 a menos do que no dia anterior. A estimativa de produção de soja no  estado para esta safra, de  20.066,9   mil  tons, é  75,4% maior  do que  as 11.443,6  mil tons produzidas na safra passada, quando foram atingidas por forte seca”, comenta. 

Em Santa Catarina, essa “animada” foi responsável pela saída de pequenos volumes. “Embora não seja muito, toda a mercadoria vendida conta quando anteriormente volume nenhum era vendido. Hoje foram negociadas 1,3 mil toneladas de soja para recebimento e pagamento em maio no porto de São Francisco do Sul, o valor a ser pago será de R$178,00. E  300  toneladas  saíram  em  Imbituba  para  entrega  imediata  e  pagamento  nas  próximas  72  horas,  mas  o  foco  do momento não está de fato na soja, mas no milho”, completa. 

Já o Paraná registra quebra de safra e altas nos valores. “Existe  pouca  soja  sendo  ofertada  no  mercado paranaense  e  a  situação  tende  a  sofrem  uma  piora, pois segundo contatos, ocorreu uma grande quebra de safra na região, a explicação estaria na falta de chuva e no mofo branco que se alastra pela mercadoria. Além  disso,  o  produtor  está  muito  bem  vendido  e, portanto, a sede por mercado não tem estado muito a mostra”, conclui. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.