Notícias

28/01/2022 - Soja

Soja tem fôlego para os US$ 15 antes que a oferta brasileira (mesmo com quebra) entre para valer?


Desde o dia 18 a constância de alta da soja é visível, com um ou outro dia de ajustes.

Na quinta alcançou o último teto mais alto atingido, de sete meses atrás, para fechar em US$ 14,48 o bushel.

Nesta sexta (28/1), ainda nas operações da madrugada em Chicago (CBOT), ensaia nova valorização. Está em mais 0,60%, a US$ 14,55, às 7 horas (Brasília).

Sempre levando em consideração as realizações de lucros no caminho da commodity, mais comuns aos derivativos que em outros ativos considerados de menor risco, a pergunta é se tem fôlego para buscar os US$ 15 antes que a oferta brasileira entre mais cheia.

Os ganhos atuais estão atrelados à perda acentuada da safra 21/22 no Brasil, cujo volume previsto deve girar em torno das 133 milhões de toneladas.

Continue lendo AQUI

Por Giovanni Lorenzon
Fonte: MoneyTimes




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.