Notícias

27/08/2021 - Milho

Tendência é de queda nos preços de milho no ano que vem, diz Conab


A safra 2021/2022 ainda nem começou a ser semeada, no entanto, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), apresentou numa transmissão on-line ontem (26/8) as projeções de desempenho das lavouras de grãos no País.

A boa notícia para os confinadores de bovinos é um expressivo aumento da produção de milho, hoje, o principal insumo na alimentação dos rebanhos, por ser a principal fonte energética na ração.

A safra de milho esperada no ciclo 2021/2022 é de cerca de 115,96 milhões de toneladas, o que pode representar 33,8% a mais que o ciclo 2020/2021.

Com maior produção, a tendência é de um insumo mais barato, no próximo ano, segundo o analista de grão da Conab, Fernando Motta.

“Atualmente esperamos que os preços se mantenham elevados com algum viés de queda. Isso já começa a ser visto no mercado, pois os preços não estão mais se sustentando acima de R$ 100. Com a entrada da próxima safra, nossos modelos apontam uma tendência de queda de preços. Então esse cenário de preços altíssimos não é esperado. No início da próxima safra a gente já começa a ter um viés de queda”, diz Motta.

Continue lendo AQUI

Por Fabio Moitinho
Fonte: Portal DBO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.